Publicado por:

Conductel

Data:

9 de setembro de 2020

Tempo de leitura:

5min

Você sabe o que é Chatbot?

Saiba como utilizá-lo e quais são as vantagens desse recurso que é capaz de automatizar o relacionamento com o cliente

Há poucos anos, o termo Chatbot começou a ganhar popularidade na rede, principalmente entre os que buscam soluções inteligentes para tornar os negócios mais eficientes e, por consequência, lucrativos. Ou seja, este é mais um exemplo de como a tecnologia vem revolucionando o relacionamento entre clientes e empresas.

Mas, você sabe o que é um Chatbot? Em resumo, este recurso, também conhecido como ‘chatterbot’, é um software que funciona em plataformas de trocas de mensagens. É um programa de computador que simula conversas entre máquinas – ou sistemas – e seres humanos. O grande diferencial desse tipo de programa está que ao utilizá-lo tem-se a impressão de se estar conversando com outra pessoa, e não com um programa de computador. Ou seja, é um espécie de ‘robô’ configurado para estabelecer conversas dentro de contextos específicos e controlados.

Mas, como isso é possível? Graças a Inteligência Artificial (IA), que é o nome dado aos projetos e pesquisas dentro da Ciência da Computação – e outras áreas tecnológicas correlatas – que buscam replicar em máquinas, por meio de programas e softwares, a capacidade humana de responder a estímulos, construir entendimentos e estabelecer interações.

Como funciona?

Parece coisa do futuro, ou de cinema, não é mesmo? Mas, não é! O ChatBot é uma prova disso. Provavelmente, você já deve ter interagido com um. Para exemplificar, podemos dizer que os mais comuns são aqueles pop-ups que oferecem ajuda assim que acessamos algum site. Mas, a utilização do ChatBot vai além disso.

Atualmente, esse tipo de programa tem sido muito utilizado por empresas dos mais diferentes tipos, segmentos e tamanhos. E o motivo é um só: proporcionar aos potenciais clientes um atendimento ágil e que facilite a experiência de compra de produtos e serviços.

O Chatbot funciona da seguinte maneira, por estar configurado em aplicações de troca de mensagens, ele pode ser acionado de maneira ativa (como no caso das pop-ups que falamos anteriormente) ou reativa, quando se inicia a partir da iteração com o usuário.

Em ambos os casos o programa faz uma leitura das palavras enviadas pelo usuário e, a partir de um banco de dados e da análise do contexto, consegue retornar com respostas automatizadas e estabelecer o diálogo.

Como o ‘chatbot’ pode fazer a diferença na sua empresa?

Atualmente, diversas empresas já utilizam essa tecnologia para automatizar processos rotineiros no relacionamento não apenas com clientes, mas também com o público interessado em seus produtos e serviços. Com isso, a partir da automatização do atendimento, essas empresas conseguem agilizar inúmeros processos e ofertar ao seu público informações e serviços em poucos cliques.

Mas, como saber se a minha empresa pode se beneficiar com o uso do chatbot? É simples! Já existe no mercado mão de obra especializada no desenvolvimento dessa tecnologia, sempre atendendo as necessidades do seu negócio. No entanto, a Conductel te ajuda com algumas dicas:

– Primeiro, faça uma análise de todos os processos desde o primeiro contato do cliente até a entrega de seus produtos e serviços. Em algumas das etapas desse percurso a troca de informações é intensa e recorrente – ou seja, quando é necessário fornecer os mesmos dados para diferentes clientes? Então, o Chatbot pode ser um grande aliado.

– Depois dessa constatação inicial, determine com clareza qual será o objetivo do Chatbot, que pode ser de vendas, suporte para tirar dúvidas, agendamento de atendimento e etc. Com isso, você, além de ter segurança no serviço prestado, também consegue direcionar o uso dessa aplicação para atender demandas específicas.

– E, por último, nunca substitua o atendimento humano completamente pelo ‘chatbot’. Apesar desse recurso conseguir dar conta das principais solicitações, sempre haverá casos em que será necessário a ação humana. E, quando se trata de relacionamento com clientes, a meta sempre será oferecer um atendimento de excelência – com ou sem a tecnologia.

0
Compartilhar: