Publicado por:

Conductel

Data:

9 de setembro de 2020

Tempo de leitura:

5min

Monitoramento de rede: saiba porque ele é importante

As redes corporativas são parte fundamental para o funcionamento de qualquer empresa. Entenda como o bom funcionamento delas impacta a produtividade.

Atualmente, qualquer empresa – seja pequena, média ou grande – possui parte considerável de seus processos digitalizados. Ou, dependendo do ramo de atividade, todos os procedimentos dependem da troca de informações por meio de computadores conectados em rede.

Essa conexão não é apenas entre os profissionais que compõem o quadro de colaboradores internos, mas também entre fornecedores externos e clientes. Ou seja, sem a rede de computadores, importantes processos podem ser comprometidos ou inviabilizados, podendo a empresa perder sua competitividade e até mesmo a sua capacidade de sobrevivência no mercado. Então, garantir o bom desempenho da rede de computadores não é apenas sinal de eficiência, mas uma importante estratégia para garantia a segurança dos negócios. E, para isso, um elemento é fundamental: o monitoramento da rede.

Com controles adequados, a equipe de TI garante não apenas o bom desempenho dessa estrutura, mas também torna-se uma importante aliada para a produtividade e visão estratégica dos gestores, obtendo uma visão clara da estrutura da rede, possibilitando assim investir assertivamente em novos equipamentos, reduzindo custos e gastos desnecessários.

Monitoramento: entenda como é feito

O monitoramento de rede pode ser ativo ou reativo. No segundo grupo, estão as ações que a equipe de TI implementa para corrigir falhas após a ocorrência das mesmas. Já o monitoramento ativo, o mais indicado e seguro para qualquer empresa, atua de forma preventiva, identificando demandas e possíveis problemas, garantindo assim o funcionamento correto da rede.

Com o monitoramento adequado, é possível identificar se a rede e os ativos – informações e servidores – estão funcionando de maneira adequada. Caso eles apresentem falhas ou sobrecargas, é possível que problemas como danos em equipamentos e comprometimento de processos ocorram.

Para evitar isso, diversas ferramentas estão à disposição da equipe de TI e garantem que o monitoramento seja eficaz e preventivo. Dessa forma, ocorrências na rede são identificadas e podem ser contornadas com antecedência, evitando problemas nos processos de trabalhos e prejuízos, seja pela interrupção da rede – que, dependendo da atividade da empresa, pode gerar consideráveis prejuízos, seja em investimento ou na perda de trabalho – ou até mesmo danos em equipamentos. Listamos abaixo em quais pontos o monitoramento atua e os problemas que ele é capaz de evitar:

Alto desempenho de equipamentos: para uma maior produtividade no ambiente profissional, estamos cercados por equipamentos eletrônicos e softwares. Muitos direcionados para profissionais específicos. No entanto, o alto investimento desse conjunto de ferramentas só se justifica quando eles operam sem interrupções, ou em sua capacidade máxima. Com o monitoramento de rede é possível evitar que equipamentos e softwares apresentem falhas e comprometam a produtividade. E, com um monitoramento ativo, esse acompanhamento passa a ser preventivo, antecipando-se aos problemas e garantido a produtividade da equipe de trabalho.

Qualidade de trabalho: o monitoramento ativo de rede também garante que os programas necessários funcionem de maneira correta para o desempenho das atividades profissionais. Com isso, é possível agir de maneira assertiva na atualização de softwares que são indispensáveis para a rotina da empresa.

Prevenção de problemas: a equipe qualificada e o investimento em equipamentos e softwares é garantia de produtividade? Nem sempre. Para garantir que todos trabalhem com eficiência é fundamental que a rede esteja operando em condições satisfatórias. Além disso, com o monitoramento constante, a equipe de TI consegue identificar os comportamentos que podem ser tidos como padrão – como a sobrecarga de uso – e implementar ações preventivas.

Segurança da informação: outro problema grave que o monitoramento de rede consegue evitar é o comprometimento da integridade das informações internas da empresa. Atualmente, em muitas organizações o acesso à rede é feito por meio de dispositivos móveis – tabletes, celulares e etc. No entanto, sem o monitoramento, esses acessos podem ser usados como ‘janelas’ que facilitam o roubo de informações sigilosas. Isso, além de danos evidentes, ainda gera às empresas outros problemas, seja a perda de trabalho e credibilidade, ou processos criminais – em alguns ramos de atividades as informações dos clientes são confidencias e cabe a empresa garantir isso.

0
Compartilhar: